Após comparar com o Brasil, ministro se retrata: ‘Me desculpem as Organizações Tabajara’






Depois de declarar que “o Brasil parece que se transformou numa grande Organização Tabajara”, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, usou o Twitter para se retratar. “Me desculpem as Organizações Tabajara, não queria ofender”, compartilhou o magistrado, na noite na segunda-feira (29), em uma de suas primeiras postagens na rede social. O tweet foi em resposta ao humorista Helio de la Peña, um dos integrantes do Casseta e Planeta – programa onde nasceu a expressão. O termo se refere a uma instituição falsa, que não deve ser levada a sério. Ao tomar conhecimento do comentário feito pelo ministro, La Peña brincou com a situação, afirmando que as organizações “protestam contra comparações chulas e fantasiosas” e que os “advogados serão acionados”.

Me desculpem as Organizações Tabajara, não queria ofender.

Fiscalizar Extremo Sul/BN