Com Mônica Bahia na vice de José Ronaldo, MBL desiste de candidatura a AL-BA

O Movimento Brasil Livre (MBL) não vai substituir o nome de Mônica Bahia, candidata do movimento, na disputa por uma cadeira na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) neste ano. A médica tinha se comprometido com setores ligados a área da saúde para aprovar projetos “interessantes” no Legislativo, mas escolheu disputar a vaga no Executivo, como vice de José Ronaldo (DEM). O compromisso firmado antes foi o motivo que prolongou o processo de anúncio da vice na chapa.

 

“Tínhamos um compromisso com a classe de saúde para assumir a AL-BA com projetos ‘interessantes’, por isso demoramos um pouco para decidir sobre a majoritária. Tivemos que fazer um compromisso para assumir outro, mas, no geral, o entendimento é que posso fazer mais no Executivo”, justificou Bahia. 

 

Ricardo Almeida, dirigente do MBL baiano, confirmou que o grupo não vai substituir o nome de Mônica Bahia, apesar do compromisso falado pela candidata. “Vamos deixar o movimento aberto. Sempre aparecem candidatos que têm pautas que convergem com a nossa, mas isso não vai configurar apoio”, declarou. Com Mônica na vice, o MBL trabalhará apenas na candidatura de Cezar Leite (PSDB) a deputado federal. 

 

GRAVIDEZ
A todo vapor na campanha de José Ronaldo, Mônica Bahia vai ter que dobrar sua preocupação nas próximas semanas. A vice está grávida de 4 meses. Dias após ser anunciada na chapa, Mônica falou com o BN sobre a intensidade da campanha na majoritária. “Eu tinha planos para o Legislativo e agora vamos para o Executivo. É uma campanha muito mais intensa, com muitas viagens. Eu vou precisar fazer uma rearrumação da minha vida”, descreveu. 

Fonte BN

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.