Doença celíaca: sintomas, tratamentos e causas

O que é Doença celíaca?

doença celíaca é causada pela intolerância ao glúten, uma proteína encontrada no trigo, aveia, cevada, centeio e seus derivados, como massas, pizzas, bolos, pães, biscoitos, cerveja, uísque, vodka e alguns doces, provocando dificuldade do organismo de absorver os nutrientes dos alimentos, vitaminas, sais minerais e água.

A doença celíaca é uma condição crônica, autoimune, que afeta o intestino delgado de adultos e crianças geneticamente predispostos. A doença causa atrofia da mucosa do intestino, causando prejuízo na absorção dos nutrientes, sais minerais e água.

A doença celíaca é diferente da sensibilidade ao glúten ou intolerância ao trigo. Se você tem sensibilidade ao glúten, pode ter sintomas semelhantes aos da doença celíaca, como dor abdominal e cansaço. Ao contrário da doença celíaca, a sensibilidade ao glúten não danifica o intestino delgado.

O que é o glúten?

O glúten nada mais é do que uma proteína de tamanho grande, formada por duas proteínas menores chamadas gliadina e glutenina. Ele é encontrado junto ao amido, em cereais como trigo, centeio, cevada, triticale e malte.

Essa substância possui diferentes finalidades na produção dos alimentos. No processo de fermentação do pão, por exemplo, o glúten contido na farinha de trigo é responsável pela permanência dos gases no interior da massa, fazendo com que o pão aumente de volume e não diminua após esfriar.

Conheça aqui os prós e os contras do glúten!

Tipos

A doença celíaca pode ser dividida em três tipos, sendo eles:

Clássica

A doença celíaca clássica é comum na infância, entre o primeiro e terceiro ano de vida, quando se introduz alimentação à base de papinha de pão, sopinhas de macarrão e bolachas, entre outros industrializados com cereais proibidos.

Caracteriza-se pela diarréia crônica, desnutrição com déficit do crescimento, anemia ferropriva não curável, emagrecimento e falta de apetite, distensão abdominal (barriga inchada), vômitos, dor abdominal, osteoporose, esterilidade, abortos de repetição, glúteos atrofiados, pernas e braços finos, apatia, desnutrição aguda que podem levar o paciente à morte na falta de diagnóstico e tratamento.

Não Clássica

Esse tipo é caracterizado por apresentar poucos sintomas e aqueles gastrintestinais são discretos. Ocorre, por exemplo, anemia resistente a reposição de ferro, irritabilidade, fadiga, pouco ganho de peso e estatura, obstipação crônica, manchas no esmalte dos dentes, esterilidade e osteoporose antes da menopausa.

Assintomática

Nestes casos não há manifestação aparente. E apenas com pesquisa de anticorpos em familiares de primeiro grau, se faz o diagnóstico. A doença assintomática se não tratada pode evoluir com complicações como o câncer do intestino, anemia, osteoporose, abortos de repetição e esterilidade.

Causas

A doença celíaca ocorre devido a presença geneticamente determinada de anticorpos produzidos pelo sistema imunológico contra o glúten. Com a agressão à mucosa intestinal, que é variável de pessoa para pessoa, estes os anticorpos atacam a proteína, causando a inflamação no local, atrofia das vilosidades intestinais e consequente deficiência de absorção de nutrientes.

Os pesquisadores não sabem exatamente o que desencadeia a doença celíaca em pessoas em risco que comem glúten durante um longo período de tempo, mas é possível que isso seja genético. Cerca de 10 a 20% dos parentes próximos de pessoas com doença celíaca também são afetados.

Fatores de risco

A doença celíaca pode afetar qualquer pessoa. No entanto, tende a ser mais comum em pessoas que têm:

  • Um membro da família com doença celíaca ou dermatite herpetiforme
  • Diabetes tipo1
  • Síndrome de Down ou Síndrome de Turner
  • Tireoidite autoimune
  • Colite microscópica (colite linfocítica ou colagenosa)
  • Doença de Addison
  • Artrite reumatóide.
  • Sintomas de Doença celíaca

    Os principais sintomas da doença celíaca são:

    • Dor abdominal
    • Diarreia
    • Flatulência
    • Distensão do abdômen
    • Fraqueza
    • Perda ou dificuldade para ganhar peso
    • Queda de cabelo frequente
    • Diminuição do apetite
    • Lesões de pele
    • Anemia
    • Deficit de crescimento em crianças
    • Infertilidade.

    Algumas pessoas com doença celíaca não apresentam sintomas ao diagnóstico. Os sintomas também podem variar muito e são diferentes entre adultos e crianças.

    Crianças

    Em crianças com menos de 2 anos de idade, os sinais e sintomas típicos da doença celíaca incluem:

    • Vômito
    • Diarréia crônica
    • Barriga inchada
    • Falha em prosperar
    • Pouco apetite
    • Perda de massa muscular.

    Saiba mais: Tire dez dúvidas sobre a doença celíaca

    As crianças mais velhas podem experimentar:

    • Diarreia
    • Prisão de ventre
    • Perda de peso
    • Irritabilidade
    • Baixa estatura
    • Puberdade tardia
    • Sintomas neurológicos, incluindo transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDAH), dificuldades de aprendizagem, dores de cabeça, falta de coordenação muscular e convulsões.

    Buscando ajuda médica

    Consulte o médico se você ou seu filho tiver diarreia ou desconforto digestivo que dura mais de duas semanas.

    Não deixe de consultar o seu médico antes de tentar uma dieta sem glúten. Se você parar ou mesmo reduzir a quantidade de glúten que você come antes de fazer o teste para a doença celíaca, você pode alterar os resultados do teste.

 

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.