Leozinho tomba em confronto com a Caema próximo a Rancho Alegre

Leandro Santos Quaresma, vulgo “Leozinho” de 28 anos, natural de Caravelas, morador da Rua Austrália, bairro Liberdade em Teixeira de Freitas, morreu em confronto com policiais da Caema na tarde deste domingo, 15 de abril, em uma estrada vicinal próximo a Rancho Alegre, distrito de Caravelas.

O confronto aconteceu depois que policiais da Caema receberam informação que no Bar do índio, localizado ás margens da BR 10, próximo a comunidade de rancho Alegre, uma mulher foi agredida com um golpe de facão que quase decepou seu braço.

Leozinho depois de quase ser linchado depois de uma série de roubos

De posse das informações, uma guarnição se deslocou para o local e lá chegando encontrou a vítima sendo socorrida por populares. Populares que estavam no local informaram aos policiais que o agressor havia fugido por uma estrada vicinal.

Os policiais saíram na captura do agressor e pouco tempo depois avistaram o acusado em uma motocicleta, foi dado voz de parada, o agressor respondeu atirando contra os militares que revidaram e na troca de tiros Leozinho foi atingido. Socorrido para o hospital municipal, Leozinho não resistiu aos ferimentos, morreu assim que deu entrada na unidade de saúde.

Arma usada na época do linchamento

Leandro Santos tinha diversas passagens pela polícia por roubo e posse ilegal de arma de fogo. Em 05 de janeiro deste ano, Leandro quase foi linchado por populares depois de provocar uma série de crimes em Teixeira de Freitas. Leandro, armado com um revólver, roubou um carro, assaltou várias vítimas, atirou contra uma delas, a arma falhou e ele quase foi linchado.

Leandro era filho de Daniel Eugênio dos Santos, de 61 anos, morto no dia 02 de janeiro deste ano, quando se jogou na frente do filho para evitar que ele fosse morto por atiradores.  Na época, a polícia disse que o alvo dos assassinos seria Leandro, mas que estava na casa era seu irmão Leonardo de 25 anos que foi baleado na perna.

A arma usada pelo acusado com quatro cartuchos deflagrados e a motocicleta branca Dafra, roubada que estava com placa de uma moto Biz JQJ 1466, foram apresentadas na delegacia.(Neuza Brizola)

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.