Moradores do Liberdade II em Teixeira de Freitas reivindicam inauguração do novo PSF


“A nossa luta é todo dia, saúde não é mercadoria”, com esse grito de ordem e frases de efeito em cartazes.

30 de novembro de 2017 08:58Comentários desativados em Moradores do Liberdade II em Teixeira de Freitas reivindicam inauguração do novo PSF

 

Na manhã desta quarta-feira (29) uma manifestação dos moradores do bairro Liberdade II, que reivindicam a inauguração imediata da nova Unidade de Saúde, que está quase pronta há mais de 1 ano e não inaugura, pois teria melhores condições de atender à população.

“A nossa luta é todo dia, saúde não é mercadoria”, com esse grito de ordem e frases de efeito em cartazes.

Atualmente, os moradores são atendidos em um PSF (Posto de Saúde da Família) alugado, entretanto, sofre com graves problemas de higiene, estrutura física e condições humanas degradantes, além da falta de diversos serviços de saúde essenciais, por exemplo, odontológicos.

Em entrevista a nossa reportagem, a 2ª vice-presidente do bairro, Erlândia Rodrigues, participante do movimento, contou-nos que o protesto é pacífico, estão apenas em busca de melhores condições de saúde para o bairro, “nós já estamos cansados de tanto lutar para que esse posto de saúde seja inaugurado. Queremos um pouco mais de dignidade, pagamos impostos e o nosso dinheiro está ali”, ressalta a moradora. Outro fato preocupante é a quantidade mínima de profissionais que trabalham na unidade, há apenas uma médica, e alguns funcionários. Faltam muitos profissionais, por se tratar de uma unidade básica de saúde. Os moradores reclamam que tem de ir a outro posto, em um bairro distante, só para marcar exame, sendo que no bairro mesmo eles poderiam ter esse atendimento.

O agente de saúde, Genivaldo Dias, está há 15 anos na função e concorda com a reivindicação, “porque tem uma unidade já quase pronta e o posto atual não tem estrutura para receber a população, até mesmo para fazer um curativo pode gerar uma infecção, ou seja, não tem condições nenhuma”. Além disso, o agente de saúde chama a atenção para a segurança do local, “houve computadores que já foram roubados no posto atual e já levaram uma pia e uma janela de vidro da nova instalação. Queremos uma resposta do poder público para saber quando vamos para a nova unidade”, argumenta Genivaldo.

A equipe do Vida Diária, preocupada em ajudar a resolver os anseios da população, entrou em contato com o secretário de Saúde, Rodrigo Kuada, e ele explicou a situação do novo PSF, “com relação à unidade de saúde do Liberdade II, ela ainda não está concluída para o Ministério Público, falta a última parcela e fazer a prestação de contas, já que o governo anterior não entregou e, por isso, não conseguimos avançar. Tivemos que contratar um engenheiro e um arquiteto para fazer toda a medição da obra e mandar o relatório ao Ministério da Saúde, e, assim, fechar a última parcela. Refizemos uma nova licitação para essa unidade e mais duas, a do Ouro Verde e do Castelinho, que estão em andamento. Na parte da segurança, estamos tentando colocar um efetivo, já tenho sinalizado ao Capitão Álvaro para sempre fazer ronda no posto, em decorrência da invasão de algumas pessoas. Segundo o Ministério da Saúde, ainda não está concluída essa obra, então a gente só pode adentrar quando estiver pronta. Falta mesmo muitos detalhes, aparentemente por fora pensa que dá para iniciar, mas por dentro tem diversos reparos a serem feitos, já estamos tomando as providências, saiu a licitação e a empresa que ganhou já vai começar a executar. A expectativa é que no mês de janeiro a nova unidade seja inaugurada” explicou o secretário.

Com VidaDiaria

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.