Plataforma facilita e reconhece trabalho de voluntários de todo o País

O trabalho de voluntários de todo o mundo é homenageado nesta quarta-feira (5), Dia Internacional do Voluntário. No Brasil, o governo federal ressalta a importância da data ao incentivar projetos de pessoas e organizações que trabalham para promover mudanças na sociedade por meio do Programa Viva Voluntário 

Criada em 2017, a iniciativa chega ao fim de 2018 com 238 projetos cadastrados na plataforma que promove o encontro entre pessoas interessadas em colaborar e ações que atuam em prol do desenvolvimento social. O programa também premia brasileiros e entidades que se destacaram em ações de voluntariado. 

Na primeira edição do prêmio, que ocorreu neste ano, o Núcleo de Apoio a Projetos Educacionais e Culturais (Napecda Fundação Oswaldo Cruz recebeu o reconhecimento na Categoria Voluntariado no Setor Público. Desde 2012, os voluntários desse projeto promovem o tratamento humanizado de pacientes internados nos Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz), no Rio de Janeiro.  

Atualmente, 125 voluntários estão distribuídos em nove projetos. Um deles é a professora aposentada Jurema Rangel. Toda semana, ela passa pelo menos duas horas e meia fazendo leitura de livros para crianças que fazem tratamento no hospital. “Não é só passar o tempo com essas crianças, distraí-las. A leitura cria um hábito e estimula essas crianças no desenvolvimento emocional, afetivo. É uma ação de formação”, diz.  

O projeto ainda acompanha as crianças e adolescentes na ausência dos responsáveis e apoia as famílias que frequentam o instituto por meio de campanhas de arrecadação. “O trabalho voluntário traz esperança e alegria para o voluntário. E traz dignidade para quem recebe”, afirma a coordenadora geral da Napec, Maria Magdalena de Oliveira. 

Plataforma  

Interessados em contribuir com o projeto voluntário podem se cadastrar na Plataforma Viva Voluntário. O processo é simples: basta criar um perfil e depois procurar por ações que combinem com sua rotina e habilidades. É possível se engajar em atividades pontuais, de longo prazo, presenciais e virtuais em diversas cidades brasileiras.  

Fonte: Governo do Brasil, com informações do Viva Voluntário e do Napec

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.