Renegociação de dívidas com o Fies pode beneficiar cerca de 500 mil estudantes

Uma resolução aprovada na quarta-feira (31) permitirá que estudantes renegociem suas dívidas com o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). A medida deve beneficiar cerca de 500 mil pessoas que estão com os pagamentos atrasados em mais de 90 dias. Hoje, o saldo devedor do Fies é de R$ 10 bilhões, com uma taxa de inadimplência superior a 50%.

Os alunos que aderirem à renegociação terão duas alternativas. Uma é realizar o reparcelamento da dívida, estendendo o prazo de pagamento para até 48 parcelas mensais.

A outra possibilidade é o reescalonamento, que permite diluir os valores em atraso nas parcelas a vencer. O estudante deverá pagar o saldo devedor dentro do prazo contratual do Fies, e o valor da parcela mínima será de R$ 200, com exigência de uma entrada (maior valor entre 10% da dívida ou R$ 1 mil) como contrapartida.

Prorrogação

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação estendeu até 16 de novembro o prazo de renovação dos contratos do Fies no segundo semestre deste ano. Antes, o vencimento aconteceria nesta quarta-feira (31).

O aditamento deve ser realizado pelo sistema SisFies por todos os estudantes que contrataram o Fies até 31 de dezembro de 2017. Quem iniciou o financiamento após essa data aderiu ao Novo Fies, que tem prazos e regras diferentes.

Fonte: Governo do Brasil, com informações do Ministério da Educação e do FNDE

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.