SINDPOC reuniu com delegado geral da Policia Civil da Bahia e Reivindica o não pagamento da GAPJ IV




29 de setembro de 2017 02:16Comentários desativados em SINDPOC reuniu com delegado geral da Policia Civil da Bahia e Reivindica o não pagamento da GAPJ IV

O SINDPOC, na pessoa do presidente Marcos Maurício, se reuniu hoje, na ultima quarta-feira 27 de setembro, com o Delegado Geral para solicitar informações acerca do não pagamento da GAPJ IV dos policiais civis recém-chegados à Instituição Policial Civil e sua devida regularização.

O Dirigente da Instituição (Polícia Civil) disse que a PGE impediu o pagamento, por meio de parecer enviado a SAEB e depois foi necessária uma reunião entre a Instituição, a SAEB e PGE para construir uma saída para reverter essa decisão governamental.

Não há data certa para regularização da GAPJ IV para os novos policiais civis. Importante dizer que a Lei 12.601 de 2012 regulamentou o pagamento das referências IV e V da gratificação e que não existe motivo para o Governo do Estado vetar esse direito dos policiais civis.

O SINDPOC já comunicou ao Delegado Geral que convocará assembleia geral para o dia 11 de Outubro a fim de iniciar mobilização com essa pauta e as seguintes:

  1. MOBILIZAÇÃO (reivindicações):

– pagamento imediato da GAPJ IV, com respectivos retroativos para os policiais civis que ainda não estão recebendo.

– Decreto de Promoção permanente (apreciação pelas Entidades e assinatura do governador)

– Negociação da Reestruraçao salarial dos policiais civis entre as Entidades e o Governo.

– Reajuste linear (2015 a 2017)

– aumento do auxílio alimentação.

-Regularização das diárias e dos valores do plantão de Carnaval.

Em documento o delegado geral Bernardinho Brito esclarece á última turma de delegados, investigadores escrivão da policia civil apto á modificação das gratificação por atividade policial judiciária (GAJ) e por atividades judiciárias (GAJ) III para a GRAJ IV, que a policia civil já está em tratativas com a Saeb para suas aplicações.

Veja a nota;

Conversando com um policial civil de Teixeira de Freitas, o mesmo nos informou que a falta de compromisso do governo com todos os policiais civis ate o ticket de alimentação repassado para ele e os colegas e de apenas 9,00 reais, que não da nem para paga um lanche.

Por: Alexandro Sousa/Fonte sindpoc

Tags:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.